Diferentes tipos de liderança escolar: um olhar para os influenciadores

Como identificar e desenvolver os diferentes tipos de liderança escolar? – por Leonardo Holanda

A liderança é um aspecto importante em qualquer organização, e a escola não é exceção. Na estrutura da escola, temos diferentes tipos de liderança escolar que atuam direta ou indiretamente para o desenvolvimento educacional e a gestão escolar. Existem diferentes tipos de liderança na escola, que podem ser classificados de acordo com o estilo, o foco e o nível de participação dos envolvidos. Uma liderança escolar exerce um papel importante em sua comunidade, que vai além de dar ordem ou fiscalizar. Mas o que faz um líder? Temos que ter em mente que um líder é muito mais do que um chefe, é um guia.

Quais as características de uma liderança escolar?

É importante lembrar que todo trabalho que é feito na educação é um trabalho que acarreta liderança, uma vez que tem um caráter formador, exercendo de forma mais ou menos intensa, um tipo de liderança na escola. Uma liderança influencia positivamente as pessoas, orienta, incentiva, ajuda, valoriza, compartilha conhecimento, é companheiro, é responsável. 

Diretores, coordenadores, professores, todos os profissionais que atuam no ambiente escolar lidam com o inesperado, situações que os obrigam a agir e tomar uma decisão, situações essas que, às vezes, colocam em xeque determinados saberes e autoridade. E são nesses momentos que surge o poder da liderança escolar. Segundo Gardner (2005, p. 117), existem dois tipos de liderança escolar: os líderes diretos e os indiretos. Os líderes diretos são aqueles que mudam a mente de outras pessoas da maneira mais direta possível, usam de sua retórica (poder de persuasão) para convencê-las de suas ideias, utiliza da interação face a face para influenciar. Já os líderes indiretos são aqueles que influenciam mesmo sem querer, mesmo sem ter essa intenção. Esses líderes realizam mudanças mentais importantes, mudam mentes e muitas vezes a percepção do próprio mundo. São os “líderes não-reconhecidos do mundo”, pois atuam fora dos holofotes, um trabalho que muitas vezes é silencioso, mas fundamental, pois atuam não só com palavras ou atos diretos, mas com sua personalidade, com seu modo de ser e seus princípios.

Afinal, qual tipo de liderança um professor exerce?

Professores naturalmente exercem a função de líderes, são exemplos, modelos, referências e lideram turmas de alunos, compartilham seus conhecimentos acadêmicos e de mundo para aqueles que os seguem. Podemos dizer, então, que uma liderança escolar tem a ver com a influência que a pessoa exerce sobre os outros componentes do grupo. Liderar significa ajudar, inspirar, guiar o grupo a alcançar seus objetivos, podendo ser através de funções, metas, palavras ou atos. Sendo assim, um professor pode exercer diferentes tipos de liderança na escola, dependendo do seu estilo, da sua disciplina, do seu público-alvo, do seu contexto e dos seus objetivos.

Liderança institucional x liderança educacional.

Ambos os tipos de liderança escolar são importantes e complementares, mas possuem características e desafios distintos. Podem estar presentes ou não na mesma instituição, trabalhando em conjunto, respeitando mutuamente as especificidades de cada uma e alinhadas aos objetivos comuns da instituição. De um lado, a liderança institucional deve apoiar e valorizar a liderança educacional, concedendo os recursos e as condições necessárias para o desenvolvimento do seu trabalho pedagógico. Do outro lado, a liderança educacional tem um papel fundamental para a construção e manutenção da identidade e da cultura da instituição, devendo participar das decisões e das ações que afetam a educação.

A liderança institucional é a pessoa que coordena um grupo de pessoas, uma equipe de trabalho, gerencia um departamento de uma empresa e está em constante contato com as outras lideranças da instituição, para alinhar as necessidades e rumos a se tomar. Pelo próprio caráter de sua função em qualquer área em que atue, está responsável por um grupo de pessoas que precisam atingir objetivos e metas comuns e predeterminadas pela organização. O líder institucional no ecossistema escolar é aquele tipo de liderança que se exerce sobre a organização como um todo, visando o cumprimento de sua missão, visão e valores. A liderança institucional diz respeito à capacidade de planejar, organizar, coordenar e avaliar as ações da escola, tendo em vista os objetivos educacionais e os recursos disponíveis.

A liderança educacional, por sua vez, refere-se à habilidade de promover uma cultura de aprendizagem, estimular o desenvolvimento profissional dos docentes, incentivar a participação da comunidade e garantir a qualidade do ensino. É aquele tipo de liderança que está junto com a equipe, que motiva e não mede esforços em busca dos objetivos comuns. Ela está totalmente ligada aos resultados obtidos pelo grupo, pois faz parte, está integrada e participa ao lado dele. Portanto, a liderança educacional pode ser desenvolvida por diferentes agentes do ecossistema educacional, sendo aquela que se foca no processo de ensino-aprendizagem, buscando a qualidade e a eficácia da educação. 

Tanto a liderança institucional, quanto a liderança educacional são formas de liderança importantes para o sucesso da gestão escolar, pois contribuem para a melhoria dos processos pedagógicos e administrativos da instituição. Assim, é considerado líder todo aquele que influencia na construção de ideias de um grupo de pessoas, levando-as a adotar novas perspectivas e visões de mundo sobre determinados temas, fazendo com que estas de alguma forma ‘mudem suas mentes’, por meio das concepções e representações dessas pessoas, seja de forma intencional ou não. Você consegue perceber como isso se relaciona à escola? Tem tudo a ver!

Quais dessas características você tem? Qual tipo de liderança você exerce na escola? Você é uma liderança educacional direta ou indireta? Mande seu comentário e leve essa reflexão adiante.

Referências 

GARDNER, Howard. Mentes que lideram: uma anatomia da liderança. Tradução: Maria Adriana Veríssimo Veronese. Porto Alegre: Artes Médicas, 1996.

LÜCK, H. Liderança em gestão escolar. [s.l.] Editora Vozes Limitada, 2012.

Rolla, Luiza Coelho de Souza. Liderança educacional: um desafio para o supervisor escolar. Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, 2006. Disponível em: http://hdl.handle.net/10923/2859

https://edersonmenezes.com.br/lideranca-conceito-tipos-e-tecnicas/

compartilhar

Relacionados

Dia dos povos indígenas

Dia dos povos indígenas: Como fomentar reflexões e atividades evitando estereótipos no dia dos povos indígenas? – Por Marina Queiroz (…)

Revisitando o Ensino Híbrido

Perspectivas e reflexões sobre o ensino híbrido no cenário pós-pandêmico – Por Júnia Bicalho (…)

Gestores na educação

Gestores na educação: como alcançar bons resultados com uma gestão humana e democrática? – por Marina Queiroz (…)

Encontrou o que precisava?